Dia Nacional do Bombeiro é comemorado com entrega de medalhas

Campo Grande (MS) – O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul, realizou nesta quarta-feira (4.7), a solenidade militar em comemoração ao Dia Nacional do Bombeiro, celebrado em 2 de julho. Durante o evento, foi concedida a medalha Imperador Dom Pedro II, considerada a mais alta honraria da corporação.

Na ocasião, foram agraciadas 98 personalidades civis e militares que de forma especial se destacaram por suas condutas e serviços prestados à comunidade e ao Corpo de Bombeiros Militar. Entre os homenageados estavam os secretário de Estado de Saúde, Carlos Coimbra, e de Educação, Maria Cecília Amendola da Mota, o comandante do CMO, general de exército José Luiz Dias de Freitas, o delegado-geral Adjunto da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo, diretor do Instituto de Identificação, Maurilton Ferreira de Souza, o procurado chefe da Procuradoria de Pessoal da PGE, Osley Bega Junior, e o comandante do Comando Militar do Oeste (CMO), general de exército José Luiz Dias de Freitas.

Durante o evento o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, anunciou que já foi autorizado pelo Governo do Estado a realização de licitação para construção da unidade do Corpo de Bombeiros da cidade de Bonito. “Quando nós investimos na reestruturação do Corpo de Bombeiros com aquisição de novos equipamentos, viaturas, implantação de novas unidades e na valorização profissional com a promoção de 84% da tropa, isso significa a retribuição ao trabalho que vem sendo feito de salvar vidas e também de contribuir com a redução dos índices de homicídios”, pontuou Videira.

A Ordem do Mérito Dom Pedro II, instituída para comemorar o Dia Nacional do Bombeiro, reverencia o patrono do Corpo de Bombeiros do Brasil, o Imperador Dom Pedro II. Ainda durante a solenidade será entregue a medalha “Serviço Bombeiro Militar”, destinada aos bombeiros militares como forma de reconhecimento pelos 30 anos de bons serviços prestados à prevenção de acidentes em geral, à segurança e à tranquilidade do Estado.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Joilson do Amaral, fez um balanço das ações desenvolvidas pela corporação nos últimos seis meses, que resultaram na realização de mais de 36 mil atendimentos operacionais. “O nosso Estado está contrariando o costume de esperar acontecer para depois agir. Pela primeira vez um governo tem trabalho com plano de desenvolvimento, reconhecendo a importância da instituição para a sociedade”, frisou o comandante-geral.

2 de julho

O Dia Nacional do Bombeiro é celebrado anualmente em Mato Grosso do Sul com uma série de eventos, que tem na cerimônia militar de entrega de medalhas o ponto alto. A solenidade serve para comemorar os avanços da Corporação, enaltecer o espírito patriótico dos sul-mato-grossenses, divulgar a importância da instituição e seus integrantes.

A data lembra que em 2 de julho de 1856, o imperador Dom Pedro II assinou o Decreto Imperial n. 1.775, que regulamentou, pela primeira vez no Brasil, o serviço de extinção de incêndio. Naquela época, o sinal de incêndio, que era o badalar dos sinos alertava homens, mulheres e crianças que ficassem em fila e, do poço mais próximo, passavam baldes de mão em mão, até chegarem ao local que estivesse em chamas.

Para oficializar a importância da profissão bombeiro, por decreto do presidente Getúlio Vargas, de 1954, foi instituído o 2 de julho como Dia Nacional do Bombeiro, em atendimento às demonstrações de agradecimento do povo brasileiro pelas frequentes provas de valor e bravura dos integrantes das Corporações de Bombeiros Militares.